Warning: Parameter 3 to PlgContentGeekutility::_renderDisqus() expected to be a reference, value given in /home/wamy/www/wamy/plugins/content/geekutility/geekutility.php on line 252

Warning: Parameter 3 to PlgContentGeekutility::_renderFbcomment() expected to be a reference, value given in /home/wamy/www/wamy/plugins/content/geekutility/geekutility.php on line 252

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Louvado seja Deus.

1. É o dia em que a religião foi aperfeiçoada e as Bênçãos de Deus foram completadas.

Em  Al-Saheehayn está registrado que Omar ibn al-Khatab (sa) narrou que um judeu disse a ele, "Ó Amir al-Mu'minin, existe uma ayah em seu Livro que você recita; se ela tivesse chegado a nós, os judeus, nós teríamos tomado aquele dia como um 'Eid (festa)." Omar perguntou, "Qual ayah?" e ele respondeu: "Hoje completei a religião para vós; tenho-vos agraciado generosamente e vos aponto o Islam por religião." (Al-Maida 5:3) Omar disse, "Sabemos em que dia e em que lugar ela foi revelada ao Profeta (saw). Foi numa sexta-feira, quando ele estava em 'Arafah."

2. É um dia de Eid para as pessoas que estiverem naquele local.

O Profeta (saw) disse, "Yawm 'Arafah (o dia de 'Arafah), Yawm al-Nahr (o Dia do Sacrifício) e Ayyaam al-Tashreeq (os três dias seguintes ao Yawm al-Nahr) são de Eid (festa) para nós, o povo do Islam. São dias para comer e beber." Isto foi narrado pelos autores de al-Sunan. Foi relatado que Omar ibn al-Khatab disse: "Ela, isto é, a ayah 'Hoje completei...', foi revelada numa sexta-feira, o Dia de Arafah, e que são, louvado seja Deus, Eids para nós.' "

3. É o dia em que Deus fez um juramento.

O Todo Poderoso não jura por qualquer coisa, salvo sobre o que represente poder. Yawm 'Arafah é o "dia testemunhado", citado na ayah (na interpretação do seu significado):

"Pelo dia do testemunho (sexta-feira) e pelo dia testemunhado (o Dia de Arafah)." (al-Buruj 85:3)

Abu Hurayrah (ra) relatou que o Profeta (saw) disse: " O dia prometido é o Dia da Ressurreição, o dia testemunhado é o Dia de 'Arafah e o dia do testemunho é a sexta-feira." Narrado por al-Tirmidhi e classificado como sahih por al-Albani.

É o "ímpar" (ou seja, o número ímpar, Witr), pelo qual Deus jurou na ayah (conforme interpretação do seu significado):

"E pelo par e pelo ímpar" (al-Fajr 89:3). Ibn 'Abbas disse: "O par é o Dia de al-Adha (isto é, o 10º de Dhul Hijjah) e o ímpar é o Dia de 'Arafah (isto é, o 9º de Dhul Hijjah). Este também é o entendimento de 'Ikriman e al-Dahhaak.

4. Jejuar neste dia é uma expiação por dois anos.

Foi relatado de Abu Qutaadah (ra) que perguntaram ao Mensageiro de Deus (saw) sobre o jejum no Dia de 'Arafah e ele respondeu: "O jejum neste dia apaga os pecados do ano anterior e os do ano seguinte." Narrado por Muslim.

Este jejum é mustahab para os que não estão participando do Hajj. No caso de uma pessoa que esteja no Hajj, não faz parte da Sunna o jejum no Dia de 'Arafah, porque o Profeta (saw) não jejuou neste dia em 'Arafah. Foi relatado que ele proibiu o jejum no Dia de 'Arafah, em 'Arafah.

5. É o dia em que Deus fez o pacto com os filhos de Adão.

Foi relatado que Ibn 'Abbas (ra) disse: o Mensageiro de Deus (saw) disse: 'Deus fez o pacto com os descendentes de Adão, em Na'maan, isto é, em 'Arafah. Ele deu à luz as entranhas dos filhos de Adão e os estendeu diante d'Ele e, em seguida, lhes disse: 'Não sou vosso Senhor?' Eles responderam, 'Sim, damos nosso testemunho. Fizemos isto para que no Dia da Ressurreição não dissésseis: Nao sabíamos.' ou então não dissésseis: 'Foram nossos pais que antes associaram parceiros a Deus e nós, seus descendentes, os seguimos. Exterminar-nos-ias, acaso, por causa dos atos dos homens que praticaram al-Baatil (politeísmo, crimes e pecados, invocando e adorando outros além de Allah)' " (Al-A'raf 172-173, conforme interpretação). Narrado por Ahmad e classificado como sahih por al-Albani. E não existe dia maior do que este, nem aliança maior do que esta.

6. É o dia do perdão dos pecados, libertação do Inferno e orgulho das pessoas que estão lá.

Em Sahih Muslim foi narrado de Aisha que o Profeta (saw) disse: "Não existe outro dia em que Deus liberte mais pessoas do Inferno do que o Dia de 'Arafah. Ele se aproxima e manifesta Seu orgulho aos anjos, dizendo, 'O que desejam estas pessoas?'"

Foi narrado de Ibn 'Omar que o Profeta (saw) disse: "Deus manifesta Seu orgulho aos Seus anjos na hora de 'Ishaa, no Dia de 'Arafah, na hora de 'Ishaa, para com as pessoas de 'Arafah. Ele diz, 'Veja Meus servos que ficaram desgrenhados e cheios de poeira.'" Narrado por Ahmad e classificado com sahih por al-Albani.

E Deus sabe mais.