Artigos Sobre o Islam

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Agradecemos a oportunidade que vocês nos oferecem, de estarmos esclarecendo algumas questões referentes a religião islâmica.

Para nós, é muito difícil abordar o tema “Feminismo”, uma vez que para as mulheres muçulmanas é totalmente incompreensível que se tenha que lutar no mundo Ocidental, por direitos que são instituídos por Deus.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

No Islam não há absolutamente nenhuma diferença entre, homens e mulheres, pois ambos estão em nível de igualdade perante à Deus, sendo diferenciados somente pela sua fé em Deus, e à ambos está prometido a mesma recompensa, para as boas ações como para as más ações.

Deus o Altíssimo diz no Sagrado Alcorão:

''A quem praticar o bem, seja homem ou mulher, e for crente, concederemos uma vida agradável e premiaremos com uma recompensa, de acordo com a melhor das suas ações.'' ( 16ª Surata, An-Nahl, versículo 97)

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

No Islam não existe qualquer diferença entre homens e mulheres, uma vez que as relações entre eles foram estabelecidas por Deus, que prometeu a mesma recompensa pela prática do bem e a mesma punição pela prática do mal.


O Alcorão, ao dirigir-se aos crentes, muitas vezes usa a expressão "os fiéis e as fiéis" para salientar a igualdade entre homens e mulheres, no que se refere aos seus respectivos deveres, direitos e méritos.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Na época em que o Mundo estava envolvido em trevas, e entregue a ignorância, a revelação de Deus, se fez ouvir no vasto deserto da Arábia através de Seu mensageiro iletrado, Muhammadsaws2.gif (304 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre Ele), uma nobre e universal mensagem para toda humanidade, diz Deus Altíssimo no Alcorão Sagrado:

''Ó humanos, temei o vosso Senhor que vos criou de um só ser, do qual criou a sua companheira e, de ambos, fez descender inumeráveis homens e mulheres.'' (4ª Surata, Nissa, versículo 1)

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

No meio das trevas que envolviam o mundo, a revelação divina ecoou no vasto deserto da Arábia com uma nova, nobre e universal mensagem para a humanidade:

“Ó humanos, temei a vosso Senhor que vos criou de um só ser, do qual criou sua companheira e, de ambos, fez descender inumeráveis homens e mulheres.” (4ª. Surata, versículo 1).


Ponderando sobre esse versículo, podemos dizer que não há um texto, antigo ou novo, que trate da afabilidade da mulher, em todos os aspectos, com tão espantosa brevidade, eloqüência, profundeza e originalidade como esse decreto divino.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Há no oriente hoje um movimento furioso a respeito dos direitos da mulher e demandas de completa igualdade com o homem.

No meio deste movimento comparativamente febril, alguns dos mais exaltados deliram a respeito do Islam. Uns dizem que o Islam igualou aos dois sexos em todos os assuntos.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Desde tempos imemoriais que o Islam tem sido vítima de uma distorção deliberada por parte dos Não-Muçulmanos. O lado mais negativo de tal fato é o de que não foram apenas não-Muçulmanos que elaboraram falsas concepções relativas ao Islam; infelizmente um certo número de seguidores do Islam é incapaz de compreender a essência deste Delicado mas Abrangente Código de Vida, desde que ficaram sob o impacto da Civilização Ocidental.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Hoje em dia, as pessoas acham que as mulheres ocidentais são livres e que o movimento de libertação da mulher começou no século XX. Na verdade, este movimento não foi iniciado pelas mulheres, e sim foi revelado por Deus, no século VII, a um homem de nome Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), que é conhecido como o último Profeta do Islam. O Alcorão e as sunnas são fontes de onde as mulheres muçulmanas tiram seus direitos e deveres.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
A mulher não esteve em nenhuma época da história antiga na posição que lhe era devida. As nações diferiram no grau de negligência e de violação aos seus direitos. O último exemplo de tal atitude foi o da Nação árabe antes do Islam. Pois meninas eram enterradas vivas por temer-se a desonra e para evitar-se seu sustento e isto é um ato excessivamente cruel.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Vivendo no Oriente Médio ou na África, na Ásia Central ou no Paquistão, no Sudeste Asiático ou na Europa e nas Américas, as mulheres muçulmanas tendem a ver o movimento feminista com alguma apreensão.

Embora haja alguns aspectos da causa feminista, os quais nós muçulmanas gostaríamos de juntar esforços, outros provocam desapontamento e mesmo oposição. Consequentemente, não há uma resposta simples para a possibilidade de uma futura cooperação ou competição que o feminismo possa vir a encontrar em um ambiente islâmico.

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Há 5 anos atrás, li no Toronto Star, edição de 3.7.90, um artigo intitulado "O Islam não está sozinho nas doutrinas patriarcais", de Gwyne Dyer. O artigo descrevia as reações furiosas das participantes de uma conferência sobre mulheres e poder, realizada em Montreal, aos comentários da famosa feminista egípcia, Dra. Nawal Saadawi.