Artigos

Fatwas

Exigências da vestimenta da mulher muçulmana

 

Data da Fatwa  21/ Fevereiro/ 2001

Date of Reply 21/ Fevereiro/ 2001

Da de Tópico Fatwa: A vestimenta Islâmica

A gradual implementação da orientação islâmica é um dos conceitos básicos e fundamentais sobre os quais o Islã foi construído, para que assim as pessoas fossem preparadas para sua aplicação sem choques ou surpresa. Desse modo a implementação das injunções era menos desgastante. Tal gradação requeria a permissibilidade de certos atos como uma medida temporária para lidar com certas situações e circunstâncias. E tal permissão terminava quando o propósito ao qual serviam não era mais necessário.

O que o islam proíbe na esfera do sexo inclui olhar para uma pessoa do sexo oposto com desejo, pois o olho é a chave dos sentimentos, e o olhar é um mensageiro do desejo, carregando a mensagem da fornicação ou do adultério. Um poeta disse: " Todas as relações começam com a visão; o fogo ardente que uma fagulha acende." Enquanto que certo poeta contemporâneo diz: " Um olhar, então um sorriso, e ai um menear da cabeça, em seguida um dialogo, dai uma promessa, e então o calor de uma cama."

Questão da Fatwa

Caro irmão ou irmã muçulmano, eu tenho admirado como nossas irmãs têem obedecido ao Islã e escolhido usar o Hijab. E como um homem buscando aceitar o islã, eu gostaria de saber se existe um código de vestimenta masculino. Toda resposta será de grande ajuda e que Allah o abençoe.

Data da Fatwa: 3/ Junho/ 2002

Tópico da Fatwa: Direitos Humanos

Questão da Fatwa:

As-Salamu `Alaykum. Eu tenho um amigo cristão que me perguntou as punições no Islã são apedrejamento, cortar a mão, etc...ou seja, tão cruéis e inumanas? Eu disse que era melhor ser punido neste mundo do que atormentado no outra vida. Mas eu preciso de maiores explicações. Jazakum Allahu Khayrun.

O jejum é obrigatório para quem preencher 5 requisitos:

Primeiro: Ser muçulmano

Segundo: Ser responsável

Terceiro: Ser capaz de jejuar

Quarto: Estar residente

Quinto: Não ter o que o impeça (de jejuar)

Estes cinco requisitos quando encontrados em uma pessoa, o jejum lhe é obrigatório.

Com o primeiro requisito excluímos os não muçulmanos, pois o não muçulmano não tem a obrigação de jejuar, mesmo que o faça seu jejum não é valido, e caso venha a se converter não é exigido que reponha o jejum dos dias passados.

A evidencia está no versículo da Surata 09 At-Tawbah (O Arrependimento) versículo 54: ”Suas caridades não são aceitas, por causa da sua incredulidade em Deus e em Seu Mensageiro, e por observarem a oração com indolência e por praticarem a caridade de má vontade. ” Se as caridades –e os seus benefícios causados-  não são aceitos devido a incredulidade do indivíduo que a pratica, as adorações individuais muito menos.

O fato do indivíduo não ter que repor os dias de jejum passados após haver se convertido está evidenciado na Surata 08 Al-Anfal (Os Espólios) versículo 38: Dize aos incrédulos que, no caso de se arrependerem, ser-lhes-á perdoado o passado. ” E está confirmado nas tradições do profeta Muhammad -que a Paz e a benção de Allah estejam sobre ele- por se tornar de conhecimento geral (Tawatur) que o mensageiro de Allah –que a Paz e a benção de Allah estejam sobre ele- jamais cobrava dos recém convertidos que cumprissem com as obrigações religiosas passadas.

O segundo requisito que é ser responsável: O responsável é quem atingiu a puberdade e tem a sua sanidade mental preservada, pois não se pode responsabilizar que ainda não amadureceu e quem tem a sua mente insana.

O terceiro requisito é a capacidade, ou seja, ter uma saúde física que suporte a pratica do jejum, já o incapaz não tem a obrigação de praticar o jejum, diz Allah no Alcorão sagrado Surata 02 Al-Baqarah (A Vaca) versículo 184: “Porém, quem de vós não cumprir jejum, por achar-se enfermo ou estar em viagem, jejuará, depois, o mesmo número de dias. ” E a incapacidade está classificada em dois tipos: Incapacidade urgente e permanente.

- Os incapacitados com urgência: estão mencionados no versículo anterior, como no caso do doente que se acredita que se cure logo, ou o viajante e outros casos semelhantes, estes podem quebrar o jejum nos dias necessários e depois repor os dias de jejum perdidos, após o termino do Ramadan.

- Os incapacitados permanentes: Como no caso de um doente que não se acredita em sua cura, ou um ancião incapaz de jejuar, estes estão aclarados no Alcorão sagrado na Surata 02 Al-Baqarah (A Vaca) versículo 184:“Mas quem tiver a capacidade que alimente um necessitado, ” o significado deste versículo foi aclarado por Ibn Abbás quando disse: (Isso é uma referência ao ancião ou anciã, quando não puderem mais praticar o jejum, podem alimentar um necessitado por cada dia de jejum).

O quarto requisito é estar residente, significa que se o indivíduo estiver em viajem não tem a obrigação de praticar o jejum, diz Allah no Alcorão sagrado Surata 02 Al-Baqarah (A Vaca) versículo 184: “Porém, quem de vós não cumprir jejum, por achar-se enfermo ou estar em viagem, jejuará, depois, o mesmo número de dias. ” E os sábios Islâmicos estão em acordo de que o viajante também pode quebrar o jejum, sendo que o mais recomendável para ele é que faça o que lhe é mais fácil, e se o jejum representar qualquer perigo ou prejuízo ele se torna proibido, diz Allah no Alcorão sagrado Surata 04 An-Nissá (As Mulheres) versículo 29: “E não cometais suicídio, porque Deus é Misericordioso para convosco. ” Este versículo nos evidencia que tudo que venha a prejudicar o ser humano é proibido.

O quinto requisito, que é estar livre de tudo que possa impedir a pratica do jejum, este requisito é especifico para as mulheres, pois durante o período da menstruação ou o período pós-parto a mulher não tem a obrigação de jejuar. Disse o profeta Muhammad –que a Paz e a benção de Allah estejam sobre ele-: “Acaso quando a mulher está menstruada não deve se abster da prática da oração, logo também deve se abster do jejum. ”

Logo ela não tem a obrigação de jejuar, e mesmo que jejue seu jejum é invalido permanecendo com a obrigação de repor os dias de jejum perdidos após o termino do Ramadan.

 

-Sharah Al Mumtiah-

E Allah sabe mais!

 

https://islamqa.info/ar/26814

Título da Fatwa: Modos de se realizar a Oração Witr

Data da Fatwa: 21 / Janeiro / 2003

Tópico da Fatwa: Salat (Oração)

Pergunta da Fatwa: Prezado Sheikh, As-Salamu ‘alaykum. Minha pergunta é sobre a oração witr: Eu sei que a oração witr consiste de três rak’ah. Mas eu ouvi dizer que pode ser somente uma rak’ah. Você poderia me dar alguma referência sobre a oração witr com uma rak’ah (se há alguma). Jazakun Allah Khayran.

O al-Qur´an destaca os objetivos espirituais do casamento, fazendo deles os alicerces da vida marital. Esses objetivos são alcançados na paz de espírito que vem pela experiência sexual sadia com a esposa a quem amamos, no alargamento do circulo de amor e afeto entre as duas famílias unidas pelo casamento, e no incentivo do afeto e da ternura para com as crianças aos cuidados amorosos de seus pais. Estes são os objetivos mencionados por Allah, o Altíssimo:

Jejuar na linguística árabe significa se abster de algo, com este significado está o versículo 26 do Alcorão Sagrado na Surata de Maria: e se vires algum humano, faze-o saber que fizeste um voto de jejum ao Clemente, e que hoje não poderás falar com pessoa alguma.” Ou seja, Maria jurou jejuar e seu jejum era se abster da fala.

Já no contexto Islâmico é: Adorar a Allah o Altíssimo se abstendo de todas as coisas que invalidam o jejum, desde o nascer da segunda alvorada até o por do Sol.

https://ar.islamway.net/fatwa/15707/%D9%85%D8%A7-%D9%87%D9%88-%D8%AA%D8%B9%D8%B1%D9%8A%D9%81-%D8%A7%D9%84%D8%B5%D9%8A%D8%A7%D9%85