• A condição da mulher no Islam

    1. INTRODUÇÃO

    Tudo que é o outro, que não faz parte da nossa realidade mais imediata, tende a nos assustar e a ser objeto de nossa rejeição. Raríssimas vezes nos detemos nas questões que nos escapam e, por isso mesmo, fazemos julgamentos apressados, superficiais, e incorporamos conceitos sempre carregados de preconceitos, porque fundamentados na ignorância dos fatos.

  • A Dádiva de ter Filhos

    Allah seja louvado agraciou o Homem com a dádiva de ter filhos, um presente que Allah, se orgulha por tê-lo dado aos pais.

    Se o filho cresce de forma boa e adequada, então a graça se torna dobrada e merece total agradecimento ao sublime criador. Os filhos também são meios para que os pais ganhem recompensas de Allah, pelo sofrimento de criá-los, cuidá-los e educá-los.

  • A Esposa

    Quando nos casamos, não estamos só levando uma esposa, mas um mundo inteiro. De agora em diante, até o final de nossos dias, a esposa será nossa parceira, companheira e melhor amiga. Ela partilhará nossos momentos, nossos dias, nssos anos, nossas alegrias e tristezas,  sucessos e fracassos,  sonhos e receios.

  • A Importância da Mulher no Islam

    Desde tempos imemoriais que o Islam tem sido vítima de uma distorção deliberada por parte dos Não-Muçulmanos.


    O lado mais negativo de tal fato é o de que não foram apenas não-Muçulmanos que elaboraram falsas concepções relativas ao Islam; infelizmente um certo número de seguidores do Islam é incapaz de compreender a essência deste Delicado mas Abrangente Código de Vida, desde que ficaram sob o impacto da Civilização Ocidental.

  • A Libertação das Mulheres Através do Islam

    Hoje em dia, as pessoas acham que as mulheres ocidentais são livres e que o movimento de libertação da mulher começou no século XX. Na verdade, este movimento não foi iniciado pelas mulheres, e sim foi revelado por Deus, no século VII, a um homem de nome Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), que é conhecido como o último Profeta do Islam. O Alcorão e as sunnas são fontes de onde as mulheres muçulmanas tiram seus direitos e deveres.

  • A Mulher Muçulmana I

    Na época em que o Mundo estava envolvido em trevas, e entregue a ignorância, a revelação de Deus, se fez ouvir no vasto deserto da Arábia através de Seu mensageiro iletrado, Muhammadsaws2.gif (304 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre Ele), uma nobre e universal mensagem para toda humanidade, diz Deus Altíssimo no Alcorão Sagrado:

    ''Ó humanos, temei o vosso Senhor que vos criou de um só ser, do qual criou a sua companheira e, de ambos, fez descender inumeráveis homens e mulheres.'' (4ª Surata, Nissa, versículo 1)

  • A Mulher No Alcorão e na Sunnah I

    No Islam não existe qualquer diferença entre homens e mulheres, uma vez que as relações entre eles foram estabelecidas por Deus, que prometeu a mesma recompensa pela prática do bem e a mesma punição pela prática do mal.


    O Alcorão, ao dirigir-se aos crentes, muitas vezes usa a expressão "os fiéis e as fiéis" para salientar a igualdade entre homens e mulheres, no que se refere aos seus respectivos deveres, direitos e méritos.

  • A Mulher no Alcorão e na Sunnah II

    No Islam não há absolutamente nenhuma diferença entre, homens e mulheres, pois ambos estão em nível de igualdade perante à Deus, sendo diferenciados somente pela sua fé em Deus, e à ambos está prometido a mesma recompensa, para as boas ações como para as más ações.

    Deus o Altíssimo diz no Sagrado Alcorão:

    ''A quem praticar o bem, seja homem ou mulher, e for crente, concederemos uma vida agradável e premiaremos com uma recompensa, de acordo com a melhor das suas ações.'' ( 16ª Surata, An-Nahl, versículo 97)

  • A Mulher No Islam I

    Há no oriente hoje um movimento furioso a respeito dos direitos da mulher e demandas de completa igualdade com o homem.

    No meio deste movimento comparativamente febril, alguns dos mais exaltados deliram a respeito do Islam. Uns dizem que o Islam igualou aos dois sexos em todos os assuntos.

  • A voz da mulher no Islam

    Muitos muçulmanos adotaram a ética judaico-cristã, que vê a mulher como fonte da tragédia humana por causa de seu papel bíblico de sedutora, que levou Adão a desobedecer ao seu Senhor. Ao convencer seu marido a comer do fruto proibido, ela não só desafiou Allah como também causou a expulsão da humanidade do Paraíso, determinando, assim, todo o sofrimento temporal humano. Aqueles que defendem este mito bíblico, se apóiam em arquivos da literatura pseudo-islâmica, como, por exemplo, alguns ahadiss falsos ou fracos.

  • As tradições islâmicas e o movimento feminista: Confronto ou cooperação

    Vivendo no Oriente Médio ou na África, na Ásia Central ou no Paquistão, no Sudeste Asiático ou na Europa e nas Américas, as mulheres muçulmanas tendem a ver o movimento feminista com alguma apreensão.

    Embora haja alguns aspectos da causa feminista, os quais nós muçulmanas gostaríamos de juntar esforços, outros provocam desapontamento e mesmo oposição. Consequentemente, não há uma resposta simples para a possibilidade de uma futura cooperação ou competição que o feminismo possa vir a encontrar em um ambiente islâmico.

  • Características do Vestuário da Mulher Muçulmana

    Exigências da vestimenta da mulher muçulmana

     

    Data da Fatwa  21/ Fevereiro/ 2001

    Date of Reply21/ Fevereiro/ 2001

    Da de Tópico Fatwa:A vestimenta Islâmica

  • Mulher Poderosa VS Mulher de Fé Poderosa

    A mulher poderosa malha todo dia para manter seu corpo em forma, mas a mulher de fé poderosa se prostra em oração para manter sua alma em forma.

    A mulher poderosa não tem medo de nada, mas a mulher de fé poderosa mostra coragem em meio aos seus medos.

    A mulher poderosa não permite que lhe tirem o melhor, mas a mulher de fé poderosa dá o melhor de si para todos.

  • O Papel da Mulher No Islam

    Influenciada pela campanha anti-islâmica orquestrada pelos agentes do imperialismo atuante inclusive no Brasil, resultou em uma impressão da mulher muçulmana que era carregada de submissão irracional, escravidão e enclausuramento forçado.

    Impressão está que tem boa parte de suas ocas fundações ou nas fantasias hollywoodianas carregadas de erotismo, luxuria e mercantilização da mulher como por exemplo a visão dos haréns recheados de beldades irracionais e subumanas fornecida pela grande farsa da leitura oriental chamada de As Mil e Uma Noites.

  • O Significado do Hijab

    É um absurdo pensar que o hijab, que faz parte da fé Islâmica, "simboliza a desigualdade sexual e o aprisionamento das mulheres". Os que têm como fonte de conhecimento os meios de comunicação ocidentais têm esta imagem.

  • O Véu Dignifica a Mulher

    Brasileira muçulmana, formada em Ciências Sociais, diz que o Ocidente tem visão distorcida sobre a mulher islâmica;

    Brasileira e muçulmana, Magda Aref Abdul Latif, formada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo e membro do Centro de Estudos e Divulgação do Islã, acredita que o Ocidente tem uma visão distorcida sobre a mulher muçulmana. "O Ocidente sempre vê a mulher islâmica como inferior e submissa, mas o Islã sempre foi uma religião que inovou no direito das mulheres", afirma.

  • Resposta Sobre o Feminismo no Islam

    Agradecemos a oportunidade que vocês nos oferecem, de estarmos esclarecendo algumas questões referentes a religião islâmica.

    Para nós, é muito difícil abordar o tema “Feminismo”, uma vez que para as mulheres muçulmanas é totalmente incompreensível que se tenha que lutar no mundo Ocidental, por direitos que são instituídos por Deus.