Warning: Parameter 3 to PlgContentGeekutility::_renderDisqus() expected to be a reference, value given in /home/wamy/www/wamy/plugins/content/geekutility/geekutility.php on line 252

Warning: Parameter 3 to PlgContentGeekutility::_renderFbcomment() expected to be a reference, value given in /home/wamy/www/wamy/plugins/content/geekutility/geekutility.php on line 252

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Introdução

O testemunho de fé é o critério definitivo pelo qual o homem é considerado um muçulmano ou um kafir. Este testemunho é o fundamento sobre o qual se assenta o Islam.

O conceito de vida, o universo e o homem advém dele e sobre ele está assentado e é nele que se baseia a mensagem de todos os mensageiros, começando por Noé e terminando com Mohammad (que a paz e a bênção estejam com eles). Diz Deus, o Exaltado:

"Jamais enviamos mensageiro algum antes de ti, sem que lhe tivéssemos revelado que: Não há outra divindade além de Mim. Adora-Me e serve-Me!" (21:25)

Deus criou os homens e os gênios e o resto de Sua criação por conta do testemunho de fé, não há outra divindade além de Deus. Consequentemente, tudo neste universo se submete a Deus, a Quem pertence a criação e o domínio. Ele conhece todas as coisas.

O significado do testemunho de fé

O testemunho (la ilaha illa allah) compreende dois conceitos: negação e afirmação.

Primeiro: o testemunho de fé nega o atributo da divindade em tudo e em todos que não sejam Deus, o Exaltado. Tudo que não seja Deus, como os anjos, os profetas e o resto da humanidade, sem falar nos ídolos e regimes políticos mundanos, não são deuses e nem merecem ser adorados. Assim, a negação a esse respeito não é a negação da existência de supostos deuses e sim a negação da divindade que é atribuída a eles.

Segundo: O testemunho de fé confirma a divindade de Deus e limita esta divindade a Ele somente. Isto é, o servo deve acreditar que Deus é o único e verdadeiro Deus e coerentemente não dedicar qualquer ato de adoração a outra divindade que não seja Deus.

Uma vez que a adoração, com todos seus atos e ritos legítimos, deve ser dedicada somente ao Deus Que a merece, portanto o verdadeiro deus a quem a adoração deve ser dedicada é o único que goza de certos atributos, tais como:

  1. Divindade, a Unicidade de Deus, que é único como o único Deus verdadeiro, que não tem parceiros com quem dividir Seus atributos divinos e nem Seu domínio. Ele é o Único as-Samad (Absoluto).
  2. Auto-suficiência. Deus não precisa de ninguém. Não necessita de ajudantes, nem de esposa e nem de um filho.
  3. A capacidade de fazer tudo. Nada existe que possa frustrar Sua capacidade. Ele cria o que quer sem cansaço ou apoio. Se Ele quiser fazer alguma coisa, Ele apenas diz: "Faça-se" e faz-se.
  4. A vida absoluta que não se deteriora nunca. Deus é Permanente e Ele é al-Qayum.
  5. Vigilância: Deus nunca dorme e nem se descuida, e jamais é tomado pelo sono.
  6. Propriedade exclusiva: Todas as coisas que existem pertencem a Deus somente.
  7. Conhecimento: O conhecimento de Deus abrange todo o universo e nem o peso de uma formiga escapa ao Seu conhecimento. Ele conhece o oculto e o aparente, o passado, o presente e o futuro, e Ele conhece os mais profundos pensamentos do homem.
  8. Orgulho e grandeza: Não há nada maior do que Deus, nem em Sua essência ou em Sua grandeza, nem em Sua supremacia.
  9. Beneficência misericordiosa: Deus não erra nem pune injustamente, pelo contrário, Ele ama Seus devotos e perdoa os pecados daqueles que se arrependem.

Portanto, Aquele Que possui tais atributos merece ser adorado. Deus, o Exaltado, afinal de contas, é o Único Que possui tais atributos. Ele é o Rei, o Poderoso, o Sábio, Aquele Que conhece o visível e o invisível, o Misericordioso, o Beneficente.

Somente Aquele Que possui tais atributos é o Deus Verdadeiro, Que merece ser adorado e a Quem toda a grandeza da criação se submete. Por esta razão, o testemunho de fé se constitui na negação da divindade de qualquer outro que não seja Deus e concede esta divindade a Deus somente, porque Ele é o Único Verdadeiro Deus.

Somente Deus, Que não possui qualquer imperfeição, é Quem goza dos atributos da divindade. Esta divindade acarreta:

O direito de legislar as leis. Deus é o Único Que faz as leis para as Suas criaturas, portanto, ninguém pode legislar para si próprio ou para os outros, que não esteja em conformidade com as leis de Deus ou com aquelas baixadas por Seus mensageiros e nem imaginar uma forma de adoração ou normas transacionais para indivíduos ou grupos. Não é direito de ninguém legislar sobre normas penais por iniciativa própria, pois este direito pertence a Deus exclusivamente. Aquele que se concede tais direitos se coloca presumidamente como um deus e quem o obedecer o toma por um deus em lugar do verdadeiro Deus.

Deus, o Exaltado, disse que os cristãos tomaram seus sábios e monges como senhores em lugar de Deus apenas por obedecerem a seus senhores que, sem a sanção divina, proibiram as coisas lícitas de Deus e legitimaram as coisas que Ele proibiu. Eles assim fizeram após saberem que Deus é o Verdadeiro Deus, a Quem a adoração deve ser dedicada e depois de saberem que Deus só aceita os atos de adoração que foram legislados por Ele e por Seu mensageiro.

Portanto, devemos conhecer os atos de adoração para que os dediquemos a Deus somente. Uma vez cientes disso, saberemos que Ele criou as criaturas apenas para adorá-Lo. O homem, como parte de Suas criaturas, deve dedicar toda a sua vida adorando a Deus, deve estar ciente das normas de Deus com relação à sua vida. Assim, todas as coisas lícitas que ele praticar, intencionando ser uma forma de aproximá-lo de Deus, transforma-se em ato de adoração. Adoração é um termo que compreende toda expressão e ato, aparente ou oculto, que Deus ama.

Tendo lido esta breve mensagem sobre o significado do testemunho de fé e seus requisitos, estará o leitor provavelmente ansioso para professá-lo e aplicar suas exigências que são obrigatórias para todo aquele que o profere?

São requisitos:

  1. A crença de que Deus é o verdadeiro Deus, a Quem a adoração deve ser dedicada. Ele é o Único que possui todos os atributos de perfeição e Aquele que está isento de qualquer imperfeição, como ter uma esposa ou filho.
  2. A crença de que Deus é o Criador de todas as coisas existentes, o Sustentador, o Doador da vida e da morte, o Proprietário do universo, o Único Governante e Legislador.
  3. A crença de que Deus possui os atributos da perfeição e que não tem imperfeições, conforme Mohammad, o mensageiro de Deus (SAW) nos informou no Alcorão e na Sunna, as duas únicas fontes  pelas quais conhecemos os atributos de Deus. Se Mohammad tivesse inventado mentiras sobre Deus, certamente Ele o teria punido. Mas, pelo contrário, Deus o amparou com milagres que provaram sua veracidade e sinceridade na transmissão de seu Rabb. Diz Deus:

"E se (o Mensageiro) tivesse inventado alguns ditos, em Nosso nome, certamente o teríamos apanhado pela destra; e então, ter-lhe-íamos cortado a aorta." (69:44/46)

Shaykh Hamoud M Al-Lahim

Fonte: sbmrj.org.br